• Hi Hat Girls

#livehihatgirls com Aryane Sánchez

Atualizado: Jul 4

Especialista em Gestão de Políticas Culturais, produtora cultural e profissional de Marketing, concluiu em 2019 sua 4° pós-graduação na área: Gestão de Políticas Culturais de Base Comunitária, como bolsista internacional da Faculdade Latino Americana de Ciências Sociais - Argentina. 

É a criadora e curadora do Fórum de Produtores Culturais, que promove há 6 anos em Brasília encontros formativos gratuitos com profissionais representativos da Cultura e da Economia Criativa.


Nos anos de realização do Fórum estiveram presentes o ator Paulo Betti, a Diretora do CCBB Paula Sayão, o Diretor de Relações Institucionais da OI José Zunga, a produtora Ana Buono, o produtor Marcos Portinari, a Doutora em Sociologia da Música responsável pela pesquisa DataSIM Dani Ribas, o escritor Anderson França, a atriz Adriana Nunes, o produtor francês Jacques Figueras, entre outros  


Tem experiência como gestora de projetos culturais e sociais nos âmbitos público e privado, nacional e internacional, com assessoria de comunicação focada em diversidade e especializada em cultura, além de outras pautas de Direitos Humanos. 


No Brasil, foi produtora e assessora de comunicação do Clube do Choro de Brasília por 3 temporadas, Diretora de Programas e Diversidade Cultural da Subsecretaria de Cidadania e Diversidade Cultural da Secretaria de Estado de Cultura do DF, Assessora Especial da Subsecretaria de Segurança Cidadã da SSP-DF, onde desenvolveu projetos sociais e culturais com foco na prevenção às violências e proteção às diversidades (mulheres, pessoas negras, indígenas, LGBT, de terreiro e comunidades de matriz africana, idosos, crianças), e foi Conselheira de Direitos da Criança e Adolescentes do DF. 


Durante o ano de 2019, foi Gestora de Cultura e Assesora de Comunicação e Marketing do Sesc-DF, onde com a criação do Slam das 6 realizado mensalmente, inseriu o Sesc DF no circuito nacional de slams, além da criação e curadoria do 1° Festival Afirmativo de Dança – O corpo negro em movimento, com foco na educação decolonial em dança no Brasil. 


É fluente em inglês e espanhol, tem certificação avançada em francês e residiu por 7 anos na Espanha, onde foi contemplada com bolsas de estudos em dança e música.


Atuou também como tour/road manager no Brasil e no exterior, como roteirista, tradutora, apresentadora e mestre de cerimônias.


"Acredito na transformação através de projetos e empreendimentos de impacto, com foco em responsabilidade social, promoção da diversidade, empoderamento econômico, cultura e representatividade."



PARTE 1




PARTE 2


0 visualização

2020  |   © Todos os direitos reservados